Projeto paisagístico residencial

Um jardim com muitos cactos e suculentas era do sonho dos clientes Cida e Luiz Carlos, que haviam acabado de reformar a casa e queriam renovar a entrada da residência na Colônia Agrícola Samambaia, ao lado do Taguaparque, em Taguatinga.

A área projetada possui 67 m² e recebe o sol da tarde. A casa possui linhas retas e fachada bem marcante pintada na cor branca.

jardim antes 1

Área do jardim antes da implantação

jardim antes 2

jardim antes 3

Para o projeto, marquei bem a entrada principal com pedra portuguesa branca e a entrada para a área de lazer com placas de madeira intercaladas com pedriscos. Delimitei a área do jardim, separando-a da garagem com cobogós pintados de branco.

No projeto, o passeio principal foi marcado pela forração Lambari (Tradescantia zebrina), infelizmente ainda não implantada, juntamente com agaves-dragão. A entrada da casa foi marcada com Lanças-de-São-Jorge e muitos cactos, agaves e suculentas, tanto em vasos como no chão com pedriscos. Foram escolhidas estrelítzias para evidenciar o volume da frente da casa, além da criação de um canteiro com mais suculentas, agaves e uma árvore Jasmim-manga com flores vermelhas (nas fotos abaixo ainda sem flor).

Ao lado do muro de cobogós criei um canteiro com mais agaves e cactos. Importante ressaltar a necessidade da correta drenagem do solo, com muitos pedriscos e areia para evitar o acúmulo de água, extremamente prejudicial para essas espécies de plantas.

Mais vasos com cactos e suculentas, além de muitas Rosas-do-Deserto, foram colocados ao lado da garagem descoberta que fica junto ao jardim. O mais bacana é que tanto a compra como a montagem dos vasos foi feita pela própria cliente, que gosta muito de jardinagem.

planta baixa_projeto paisagismo Vanessa Zago

Projeto paisagístico Colônia Agrícola Samambaia – Arq. Paisagista Vanessa Zago

fachada_projeto paisagismo Vanessa Zago

As principais espécies utilizadas foram: Estrelítzia (Strelitzia reginae), Lança-de-São-Jorge (Sansevieria cylindrica); Agave-Dragão (Agave attenuata); as agaves Agave desmetiana e Agave parrassadana, Jasmim-Manga (Plumeria rubra), alguns cactos como Facheiro-Azul (Pilosocereus pachylladus), Cacto-Prateado (Cleistocactus strausii), Cacto-Bola (Ferocactus galucescens), e suculentas como as variedades de Rosa-de-Pedra (Echeveria derosa, Echeveria gibbiflora, Echeveria glauca), Calanchoe-Orelha-de-Elefante (Kalanchoe thyrsiflora) e Planta-Pérola (Gasteraloe beguinii var.), além da lindíssima Rosa-do-Deserto (Adenium obesum). Além de bonitas, a maioria dessas plantas é barata e de fácil manutenção.

Dentre os materiais empregados, foram especificados pedra portuguesa branca, pedra pirenópolis, pedriscos e madeira.

O jardim também ganhou projeto luminotécnico para destacar algumas plantas e o caminho principal, além do muro de cobogós.

O projeto de reforma da casa foi elaborado pela arquiteta Nara Conde.

A compra das mudas e implantação ficaram sob responsabilidade dos clientes.

projeto paisagismo Vanessa Zago 2

projeto paisagismo Vanessa Zago 1

projeto paisagismo Vanessa Zago 10

projeto paisagismo Vanessa Zago 9

projeto paisagismo Vanessa Zago 5

projeto paisagismo Vanessa Zago 6

projeto paisagismo Vanessa Zago 7

projeto paisagismo Vanessa Zago 8

Anúncios