Ipê-amarelo

ipe_amarelo

Ipê-amarelo no Eixão Norte, Brasília

Finalmente começa a florescer em Brasília o tão aguardado ipê-amarelo, árvore símbolo do Cerrado na minha opinião.

Existem diversas espécies de ipê-amarelo, como a Tabebuia chrysotricha, Tabebuia ochracea, Tabebuia serratifolia, diferentes entre si em relação ao porte, ocorrência e outras características.

As espécies mais presentes em Brasília são a T. chrysotricha e T. serratifolia O porte da primeira pode chegar a 12 metros de altura e floresce de agosto a outubro. A segunda espécie alcança 30 metros e floresce de julho a novembro.

Independente das características, são árvores extremamente ornamentais quando em flor, sendo muito utilizadas na arborização urbana e paisagismo. A madeira é muito usada na construção civil. A casca da T. ochracea fornece corante azul e suas folhas são usadas como cicatrizantes. O chá dos ramos da T. chrysotricha é analgésico tratando de feridas na pele e boca.

Para compensar o tempo seco dessa época do ano, nada melhor que aproveitar essa maravilha da natureza que se destaca pelas ruas da cidade!

ipe_amarelo

Fontes:

JUNIOR, Manoel Cláudio da Silva; LIMA, Roberta Maria Costa e. “100 Árvores Urbanas Brasília – Guia de Campo”. Rede de Sementes do Cerrado. Brasília, 2010.

LORENZI, Harri. “Árvores Brasilieras” Volume 1. Instituto Plantarum. São Paulo, 2002.

Imagens: acervo pessoal

Anúncios